terça-feira, janeiro 20, 2009

Eu não tenho vergonha de rir, porque teria vergonha de chorar?

É por isso que eu vou desabafar tudo o que eu acho nesse post. Fica a critério de vocês continuarem ou não a leitura. Mas já aviso: É longa e pesarosa.




“Do you know the most surprising thing about divorce? It doesn't actually kill you, like a bullet to the heart or a head-on car wreck. It should. When someone you've promised to cherish till death do you part says "I never loved you," it should kill you instantly. You shouldn't have to wake up day after day after that, trying to understand how in the world you didn't know”


* da personagem Frances, de Diane Lane, no filme 'Sob o sol de Toscana'

“Você sabe a coisa mais surpreendente sobre o divórcio? Na verdade ele não te mata, como uma bala no seu coração ou uma batida dianteira de carro. DEVERIA. Quando alguém a quem você prometeu amar até que a morte os separe diz “Eu nunca te amei,” isso deveria te matar instantaneamente. Você não devia ter que acordar no dia seguinte tentando entender como foi possível que você não soubesse.”


Não, não foi um divórcio, mas quantos casamentos por aí duram menos do que 5 anos? E o meu namoro durou pouco mais de 5 anos, e acabou há 2 dias atrás. Não tão radical quanto a citação da personagem acima, mas com a mesma tristeza. Realmente... quando quem você ama já não te ama tanto assim, o digno seria você cair dura e seca na hora. Mas você não cai. Você não morre de coração partido. Como pode esse mundo ser tão injusto?

Eu sempre pensei que tristeza era uma coisa emocional, mas também já descobri que pode ser uma coisa física. Eu não sabia que tristeza podia dar febre, falta de ar, ânsia de vômito, tremedeira, fraqueza, dor de cabeça, enjôo, cansaço, fora que você pode realmente ficar sem lágrimas de tanto chorar.

E dizem que quando você ama tem aquela coisa de querer que, acima de tudo, a outra pessoa fique bem e talz, mas isso é mentira. Tudo que eu queria agora é que ele estivesse se sentindo pelo menos tão miserável quanto eu, nesse momento – e o que me deixa mais miserável é saber que ele não está.

Mais do que tudo eu me senti decepcionada com ele – mas não o culpo. Ninguém tem culpa... (“Quando a culpa não é de ninguém, então é de todo mundo” – imagino que já tenham ouvido isso...). Decepcionada comigo também, mas com ele barra – eu sempre achei que ele fosse muito melhor e maior do que eu e do que todos os problemas que, como todo casal, tínhamos...

Muito decepcionada como alguém que passa 5 anos antevendo e esperando ansiosamente por uma festa, ajudando na sua preparação, super envolvida na organizaçào e na véspera se descobre não convidada.

Se eu queria que tivesse terminado? Não, não queria. Mas ao contrário do que eu cansei de ouvir inúmeras vezes, nem tudo é do jeito que eu quero.

Se deixei de dizer alguma coisa? Tantas coisas ficaram sem serem ditas, coisas essas que só teriam feito sentido na hipótese do não-término, e coisas que ficarão ainda por um bom tempo rondando o meu pensamento e assim, essas palavras serão silenciadas assim, banidas, exiladas, trancafiadas num baú de ex-possibilidades.

Houve muito silêncio, e esse silêncio ainda vai continuar por muito tempo. Houve coisas que eu não realmente entendi em absoluto. E talvez seja assim mesmo, não tem muito como explicar por que você gosta de alguém e porque você deixa de gostar de alguém. É uma conjunção de fatores, de acontecimentos, de palavras ditas e não ditas, de detalhes essenciais e banais que determinam essas coisas. E falar, dialogar, falar, repetir, gritar, discutir, analisar, falar mais, falar de novo...bom... não é garantido que funcione – como eu venho a descobrir agora.

Enfim, eu estou muito infinitamente triste. E quero muito infinitamente que isso tudo acabe logo.
This too shall pass” – Isso também vai passar.






** Mas tem um lado positivo: Você descobre quem é seu amigo de verdade e quem não é tão seu amigo assim. Descobre que tem gente que gosta muito mais de você do que você imagina, família e amigos. E descobrir isso é sempre uma coisa boa!

** Fui no Show do Elton Jhon, de qualquer maneira. Afinal, de nada ia me valer deixar de ir. E foi muito bom mesmo. Ele verdadeiramente é um senhor cantor e o show foi super animado, atmosfera super gostosa, muito tudo de bom mesmo.

** E eu chorei também – estou chorando aqui – com a posse do Obama. Eu acredito que ele seja um homem bom. Espero que ele realmente tenha possibilidade e meios de mostrar a que veio! Boa sorte!!

13 comentários:

Morena disse...

Ju,
Tudo que eu tinha pra falar eu já falei, sim deve ser uma doideira de dor que vc deve estar sentindo, e qdo entrei e vi o layout tão branco e tão sem vc me senti triste também. Me sinto muito triste por vc. E de novo repito estarei aqui!!!
Beijos

Fabiane Chianca disse...

Poxa tou lembrando do churrasco qdo vc me disse que eu era referencia de namoros longos..Fiquei triste em saber que vcs terminaram, e mais triste ainda em saber que vc tá sofrendo...O que falar para vc amiga neste momento, é que estou aqui, e se precisar conversar para desabafar pode me ligar ok?
Tenho certeza que vc vai superar e sair dessa..bjus

luluonthesky disse...

Puxa, sinto muito Juzinha... o q precisar to aqui..
Big Beijos

Vanessa disse...

Jujuba, o que eu posso falar pra você? Já passei porum término de um namoo longo... eu sentia dor... dor no peito... me sentia mal... sabe o que é você ir trabalhar e encher a cabeça de todo mundo com as frustrações do namoro? Me sentia chata, chorava dias e dias... entrei em depressão e só saí dela quando eu vi que era capaz de ser uma pessoa muito melhor do que ele... não só de ser capaz mas de realmente ser... e que melhor ainda... eu conseguiria colar com alguém que me fizesse realmente feliz... veja você, vou me casar! Ju, de nada importa o tempo... podem ser 5 anos, 10 anos, 15 anos... o fato é que você nunca vai conhecer uma pessoa 100%... quando isso acontecer, pode ter certeza que o relacionamento acabou... Amiga, eu só posso te falar uma única coisa: força! Porque é nela em que a gente se apóia e se recupera!!!
Beijos e se cuida!

Casamento feliz disse...

Oi Juju

Não deve ser facil terminar uma relaçao , mais tenta ficar bem , pq a gente tem que se amar acima de qq coisa né ? E olha, nada como um dia após o outro , tem coisas que só o tempo pode dizer

Um beijao Juju

Tah disse...

O layout branco, as letras em tom de cinza. Chorei lendo seu post...
Sei, assim como muitos, o que é terminar um namoro longo, um amor, mas só você sabe a dor que está sentindo.
Espero que passe logo!
Não entenda mal essa frase, é que uma das maravilhas do tempo é que ele passa e tem o poder de amenizar as coisas. Vou ficar daqui torcendo pro teu sorriso que é muito lindo voltar a brilhar!
Beijos guria!

''[G]ü[R]ÿ disse...

Jujuba.. eu nem sei q dizer, então melhor eu n dizer nada. (escrever, na realidade)
bom, ao mínimo, você soube tirar os pontos positivos da situação e não se deixou abalar e deixar de ir ao show do elton john. Bem, eu asisti pela tevê, fazer oq?

Bom, e ATE QUENFIM O LAYOUT MUDOU!!!! .. ufaaaa.. não aguentava mais!! kkkkkkk....
agora espero que um mais bonito se instale logo logo..

bjos
alohaaaa

Fernanda disse...

Menina, muita força para você nessa hora! Não se entregue porque você tem uma vida inteira linda aí te esperando!

Eu lhe recomendaria ler o livro Melancia! Ele fala exatamente sobre separação!

Beijinhos

Leila disse...

Um término, por pior que tenha sido o namoro, dói muito. E o pior, às vezes demora pra passar. O bom é que sempre passa.
Fica bem.
Beijocas

Magui disse...

Amores fazem parte da vida e , num futuro bem próximo, vc vai dar graças a Deus por se ver livre desse calhorda.Tomara que tenha descoberto que tudo isso é criação do sistema para aferroar as mulheres e que os homens não valem uma lágrima.Apenas, faz parte!

Micha Descontrolada disse...

Amiga linda da minha vida... primeiro de tudo quero dizer q te amo... e mto... não sei se já te disse isso antes, mas estou aqui dizendo agora. e quero ver seu lindo sorriso de volta.
A única coisa que peço a Deus é q ele faça o melhor pra vcs...seja esse melhor ficarem juntos ou não...só Ele sabe o melhor... a dor é inevitável, mas com certeza tem algo por trás dela q ainda não fomos capazes de enxergar...

Já senti isos tdo..dor física, tive vômitos, diarréia, e até bronquite q nunca tinha tido antes, acredita? mas passa... e Deus sabe mto bem o q faz, pq na frente virá a luz...e vc vai ver...

o tempo é mercúrio cromo, já dizia Renato Russo, e só o tempo pra ajudar a dissipar isso tdo..

beijosssssssss

Vaninha® disse...

Sei exatemente o que vc está passando...Depois de 6 anos de namoro acabou...e hj, depois de 9 meses eu finalmente não me faço mais perguntas...não choro...não me cobro...Eu vivo!!!!
Boa sorte menina...
beijos imensos.

d_rejane disse...

Olá... estava pela net procurando alguma explicação para o que sente meu coração e ao ler a sua colocação acima me identifiquei absurdamente...

eu sinto meu coração tao fraco, mas tão fraco que parece que eu vou desmontar...

e sim voce tem razao... tristeza é uma dor fisica... mas vai passar !!!