segunda-feira, novembro 28, 2011

Então é Natal...

... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ... ...  E o que você fez?

EU DECOREI A MINHA CASA!

Eu parto do princípio que, ainda que você não passe as Festas na sua casa, você tem que prepará-la para Elas! Afinal as Festas não são só dois dias, elas começam em algum momento decidido por você (para mim, como disse, é após a Árvore da Lagoa) e terminam no Dia de Reis, 6 de Janeiro.

Esse ano eu resolvi decorar o meu quarto, melhor, OS MEUS QUARTOS, visto que com eventualmente/regularmente uso o quarto dos meus pais, resolvi adotá-lo e meu projeto de vida decorada agora se extende a ele. Essa história de arrumar os dois quartos começou há um tempo já isso e agora no Natal a adoção foi oficializada com a compra de decoração natalina para ambos.

Gastei uma babinha mas acho que eu e os meus quartos merecemos ficarmos lindos para as Festas. O tema do Natal aqui em casa é PRATA e VERMELHO, e a decoração da sala e da Àrvore de Natal seguiu os moldes e utilizou os mesmos enfeitos do ano passado como vocês podem relembrar aqui. Poucos adições significantes foram feitas, só comprei mais bolas para a árvore.

Maaaaasssss...No MEU quarto o tema é DOURADO. Tirei vários objetos decotativos tradicionais e natalizei com vários detalhes. Ei-los:

A cama com almofadas combinando com o meu Papai Noel, que é marrom! Fofo! 

A mesinha de cabeceira com o arranjo que eu fiz amarrando várias bolas com uma linha de costura e colocando uma vela no meio!

 A cortina com uma fita purpurinada e a bandeijinha - nova, linda! - com castanhas e presentinhos!

Dois castiçais, um com vela e outro com uma bola! Não botei outra vela porque esse castiçal das lojas americanas vagabundo não aguenta o peso da vela! É mole?

Meu móbile que teve sua bola de vidro substituída pela de natal!

Meu baú novo (comprado para guardar coisas de dança do ventre que simplesmente não cabem mais em uma gaveta) com uma almofada envolvica com fita!

A mesinha do pé do espelho com uma arranjo que eu me gabo de ter feito e a minha gaiola cheia de bolas, mesmo não dando para ver direito na foto!

Minha guirlandinha colada na minha marcação de território! Detalhe ganhei essa plaquinha do meu padrinho no meu niver de 1 ano!

O quarto dos MEUs pais ficou tradicional, VERDE E VERMELHO. Uma gracinha, e aproveitei coisas da minha fase decorativa verde que rolou no primeiro semestre desse ano - e que vai voltar bo primeiro do ano que vêm!

A cama com os meus bichinhos que encontraram um lugar melhor para ficar, e ainda por cima combinando!

  Claro que tive que colocar alguma coisa na cama elástica também!

Sobrou até para o chapéus do Mickey no cabideiro de bolsa!

Não decorei o quarto da minha irmã porque o dinheiro acabou e porque também aí já é demais, né? Mas quem sabe no ano que vem quando o décimo terceiro chegar eu combro alguma coisinha para lá também? E aí, que acharam? E vocês, preparam suas casas para o Natal?

domingo, novembro 27, 2011

Então é Natal


# Post Oficial da Abertura da Temporada de Festas!

# Post Oficial da Inauguração da Árvore da Lagoa!

# Deixando claro que o nome dela, como deixam bem claro no show, é "Árvore de Natal da Bradesco Seguros"!

A inauguração se confirmando novamente um evento familiar essencial!

Esse ano a ávore está mais linda do que nunca. Se superaram! Os enfeites, as luzes, a adição de umas caixas de presente flutuando aos seus pés, tudo perfeito. É mesmo uma árvore de Natal magnífica, para ninguém botar defeito.

Agora eu vou colocar bastante defeito na inaguração desse ano! Houve uma série de absurdos. #arvoredalagoafail!

1º: A mudança do local tradicional para o Estádio de Remo não foi feliz, porque a localização do Estádio é tal que não permite a vizualização de alguns pontos consideravelmene perto da árvore. Eu mesma, que fui de ônibus para encontrar com a minha família lá, sabia que estava perto da árvore porque olhava para o resto da Lagoa e não a via, mas caminhei um bom tempo antes de vê-la pela primeira vez, para depois perdê-la de vista e só voltar a vê-la depois de entrar no estádio.

2º: O estádio não comporta todo mundo que queria se aproximar da árvore. Normalmente o show tem as cadeiras mas quem não consegue sentar fica próximo ao palco em pé mesmo, sem problemas, sem confusão. Dessa vez não. Eu dei a maior sorte de entrar, se tivesse demorado mais uns minutos ia ficar barrada do lado de fora, como a minha prima, que mesmo a gente tendo guargado um lugar para ela, não deixaram-na entrar porque já estava cheio, mas estava nada! Sei que deu a maior confusão do lado de fora e com razão, foi ridículo isso!
3º: A festa esse ano não foi para todos, não! O palco era no altão e totalmente virado para a área vip nas arquibancadas do Estádio. Essa área vip era enorme! Como tinha vip lá! O povo mesmo estava num "corredor", com visão lateral, sem interação com os artistas, o que deu uma desanimada geral. Parecia que a gente estava de penetra na festa! 

4º: O Estádio de Remo tinha lanchonete mas não tinha pessoal o suficiente para atender. Filas quilométricas! Mas pelo menos tinha bastante banheiro mesmo! Mas acho que do lado de fora não tinha banheiro o suficiente.

Dito isto, vamos aos elogios de novo:

A coisa mais linda de fato é a música tema da árvore. Tá que é um jingle encomendado pela Bradesco Seguros, mas é muito fofa, a letra é bem Natalina! Os compositores, Marcos e Paulo Sérgio Valle, são realmente fera em ter criado um canção "comprada" tão bonita! Não sei como o Bradesco não faz comercial na tv com ela!

Os fogos estavam perfeitamente sincronizados e lindos. O show em si, apesar de distante, foi muito bom. Gal e Frejat, muito legal! O balé e a orquestra muito bonitos também.  Quem não gosta de Natal e de fogos de artifício está fadado a uma existência de insatisfação. Não pode ser feliz uma pessoa que não se encanta com ambos! E tenho dito!

... ... ...

* Agora pena mesmo foi que roubaram o GPS do carro do meu pai. Quando ele chegou no carro o vidro estava aberto e o GPS sumido. Não levaram o rádio e nem o cabo do gps sem o qual ele não funciona. Por isso ficou mó chateação no fim e cabaou que nem tiramos fotos da árvore depois de acesa! Depois vamos voltar lá para tirar!

** E gora já posso acender a árvore daqui de casa, que já está a postos desde o feriado do dia 22 esperando a abertura da Temporada de Festas!

quarta-feira, novembro 23, 2011

Explosão

Uma vez minha vó viu no Jô Soares o próprio falando sobre produtos que passaram do prazo de validade - uma coisa com a qual me identifiquei de cara - e que era mais ou menos assim: Tinha um potinho de iogurte vencido na geladeira e o Gordo, ao pegá-lo pensou "Será que se eu abrir vai explodir?" Ora, Jô, se você tivesse morado em uma república como eu saberia que não, tem várias coisas que passando da validade simplesmente não acontece nada por muuuuuuito tempo. Claro, não vai deixar um pote de iogurte 1 ano na geladeira, mas uns dias, uma semana? Necas ocorrerão. Idem para pão de forma. Passou do prazo eu tô comendo, enquanto não der bolor eu como. Se botar na geladeira então, dura quase ad eternum, principalmente o integral, que é muito mais resistente que o branco. O mesmo se aplica para vários  itens. Não fedeu nem deu bichinho, nem ficou com cara estranha, pode mandar para dentro, não explode não.

Agora, Jô, se você tivesse uma cabeleira cacheada como eu saberia que cachos são a única coisa que quase que literalmente explodem quando passam do prazo! Os meus agora estão 'vencidos' e as minhas madeixas já estão com aparência de que Hiroshima pós bomba.

Cabelo quimicamente tratado é na verdade um dependente químico. Entrou em abstinência, dá aquela crise louca que só quem ama mesmo atura, isso quando não interna num rabo-de-cavalo ou coque.

Nessas horas começo a apelar para tudo quanto é santo tudo quanto é creme! Como não há bolso que aguente, tudo quanto é Dove! Eu sou super fā dos produtos dessa marca, já devo ter falado isso algumas vezes aqui. É a marca de farmácia que melhor ajeita o meu cabelo, principalmente quando já passou do prazo do relaxamento e ele começa a ficar descontrolado. Além de Dove também estou usando tudo que informe controlador de cachos, domador de cachos, reparador de cachos, modelador de cachos, enfim, qualquer coisa que me apareça no caminho - donos de farmácia, regogizem-se nos meus gastos!

É difícil conviver com um cabelo cheio de personalidadeS como o meu. É, é isso mesmo, se o meu cabelo fosse cheio de personalidade seria bem mais fácil, mas como ele tem múltiplas personas, é bem mais complicado. Imagine conviver com um gêmeo siamês esquizofrênico... é bem assim que eu me sinto! De tempos em tempos o remédio tarja preta de uso controlado dele acaba e eu fico à mercê do que ele quer, e cada dia ele quer uma coisa diferente! Tem dia que quer ficar cacheado, tem dia que quer ficar liso, tem dia que quer creme tal, outro parece que o mesmo creme tal é shampoo de laranja com sabão de côco... e esse siamês doido ainda por cima é mudo, ou seja, eu tenho que adivinhar o que ele quer - claro, quem sou eu para contrariar? Com louco não se discute! - e nem sempre acerto!

Essa luta ao contrário do novo esporte queridinho do Brasil, o UFC, ainda vai durar muito e rolar até Dezembro quando eu vou poder relaxar os fios e se iniciará o novo prazo de tranquilidade, de pelo menos uns 3 meses até o próximo vencimento... aff! Chega logo mês que vêm!

terça-feira, novembro 22, 2011

O celular

O tal celular dramático que eu fiquei devendo um post sobre ele, estão lembrados? Pois é, ele é o

Smartphone Galaxy 551 com Display de 3,2" Full Touch e Teclado QWERTY / Câmera 3.2MP / Android 2.2 / Tecnologia 3G / Wi-Fi / GPS / Cartão de 2GB / Samsung 


Pontos positivos:

Ele é FOFO. Bonitinho mesmo. É bem leve e até que não é muito grande.

A tela é ótima, a imagem é de muito boa qualidade e o mesmo acontece com a câmera, que apesar de ser de apenas 3.2 megapixels tira fotos bem nítidas, bem decentes, até boas mesmo!

Eu amo o teclado qwerty. É TÃÃÃÃO prático - agora que já descobri como acentuar e cedilhar, então, hehe...

O Android é muito bom. Bem prático, bem user-friendly. Melhor só se fosse o Windows 7 nele mesmo, como já ouvi dizer que tem um celular com. Tem uns aplicativos gratuitos muito bacanas para usar, principalmente o Google Reader e o WomanLog. O Facebook, o Hotmail e o Youtube também têem boa acessibilidade. Dá para usar MSN e Twitter de forma legal também, eu que não curto.

O som é ótimo - o volume é bom e não faz muito ruído e chiação quando está no mais alto, só se a música já tiver isso. E tem bastante espaço para eu colocar a única coisa que eu realmente escuto nele: os audiolivros. O fone de ouvido mantém a qualidade do áudio e é bem confortável.

Tem umas funcionalidades interessantes que todos os outros Smartphones têem também, como agenda, calendário, bloco de notas...

Eu conecto ele na GVT aqui em casa e com 10mega ele voa. Fica bem gostoso de usar e eu ligo bem menos o pc agora, hehehe.


Pontos Negativos:

Podia ter flash na cam, mas eu quase nem tiro foto então tranks.

Eu continuo com PAVOR de touchscreen. A porcaria fica toda melecada, ensebada, engordurada, nojenta! E olha que eu tenho toc de sempre estar com a mão limpa e seca! Mesmo assim, a droga do visor fica marcado de dedo e eu fico igual a uma retardada limpando TODA HORA.

O alarme é um bela bosta, não me serve direito. Ele não é daquele tipo que para depois de um minuto, ele fica tocando PARA TODO O SEMPRE. Eu, que sou uma pessoa que uso o alarme do celular para marcar o tempo enquanto estou fazendo as coisas em casa - tipo me arrumando, cozinhando e afins - com o objetivo de não perder a hora nem atrasar, acho um saco pq toda vez que ele toca fica lá eternamente apitando e eu tenho que parar o que estou fazendo para dar um "soneca" nele, o que é muito irritante e contraproducente.

O bicho não avisa que a bateria está acabando! Quando você vê, ele está morto lá. Se você não ficar vigiando ele te deixa na mão sem te dar pista, quando você vê já era!

Outra: Carregue-o com o carregador que vem nele. Ainda que você tenha um compatível - como eu tinha - o que vem nele sei lá, carrega melhor. A princípio eu estava carregando com um outro e a bateria não durava nada, mas o namorado da Advi salvou a minha vida me dando esse toque, pois a mãe dele já tinha passado pela mesma situação.

Agora o maior FAIL dele é que do nada, desliga sozinho. É um DEFEITO DE FABRICAÇÃO. Pesquisando, descobri que essa linha tem uma falha de design no local de encaixe da bateria. Tem uma pequena folga, que faz aparelho se desligar em alguns casos. Tem gente que diz que isso nunca aconteceu no aparelho deles, mas no meu acontece e no de quem acontece também é dito que "o problema pode ser facilmente contornado com a utilização de algum calço entre a bateria e o aparelho", depois que eu vi isso eu botei um papelzinho para "apertar" a bateria no encaixe e no celular, mas isso ainda está em fase se teste, não afirmo se resolve ou não!

Outra coisa que eu sei que tem como mas ainda não fiz é tentar desinstalar o monte de programa inútil que já vem nele. Ele mesmo não te deixa fazer isso, mas neguinho esperto aí já contornou essa situação e quando eu tiver um tempinho e paciência farei isso também.

Quem quizer saber mais, tem uma review INICIAL muito boa aqui: http://www.atitudemovel.com.br/2011/06/samsung-galaxy-551-primeiras-impressoes.html

E tem um review ÓTIMA nesse link aqui: http://www.techtudo.com.br/review/samsung-galaxy-551/samsung-galaxy-551-um-smartphone-com-teclado-qwerty-de-baixo-custo.html

sábado, novembro 19, 2011

Já diziam minha mãe e vó...

"Quem fala o que quer ouve o que não quer"

Você que sempre fala o que pensa, que tem opinião para tudo, para todos, que fala e responde como uma metralhadora giratória... quem pediu a sua opinião? Agora é a minha vez de falar!

"Se você não tem nada agradável para falar, não fale nada"

Você tem tanto o que dizer, tanto do que reclamar. A vida é assim tão ruim e o homem é assim tão sem jeito? Acho que as suas palavras não estão ajudando muito nem fazendo muita diferença, pelo menos não acrescentam nada a ninguém. Já considerou ficar calada?

"O que sai da sua boca reflete o que está dentro de você"

Você está tão cheia de palavras de raiva, de ódio, de revolta... quem ou o que te irrita tanto? Tudo te dá nojo, tudo te enerva, tudo te atinge de forma tão pessoal... olha... o mundo não está conspirando contra você, as pessoas não estão tentando te atacar e nem te ofender, ok? Mas sim, este post é para você.

Esse post é para você que agride de graça, que usa a verdade e a sinceridade como uma desculpa para ser mal-educada, incoveniente, sem noção. É para você que leva tudo a ferro e fogo e descarta a serenidade e a paz de apenas escutar e calar. Você, que é deselegante e desnecessária. Você que cria climão e se orgulha disso... nananinanão, isso é feio, isso não tem propósito além de causar tumulto, polêmica, intriga, confusão.
Esse post é para todos vocês que atenderam a pelo menos uma das características desse post. Vocês que devem estar aí bufando, ou que de repente não, pois nem sabem que são assim. Vocês que provavelmente não entenderão que a real inteção de quem escreve um post assim não é te esculachar, mas te ajudar.

"Quem avisa amigo é"

Pense bem antes de falar.
Isso que você está prestes a dizer vai fazer bem, vai trazer o bem, vai espalhar o bem?
Seja lá o que você pensa e ainda que você tenha razão, vai valer a pena dizer?
Se não, não fale. Se for mesmo necessário, reformule.

Tem necessidade de falar mesmo, não consegue se controlar? Ah, mas consegue sim! Você não é bicho, não é irracional e basta só ligar o seu filtro, o seu desconfiômetro, para perceber que tem coisas que não se sai por aí falando. Pense: Qual a finalidade de falar algo só para implicar ou pegar no pé? Que prazer é esse em encher o saco com falas absolutamente desprovidas de conteúdo significativo ou construtivo? Você quer é aparecer, não é? Não tem quem preste atenção em você pelas coisas boas, então você se comporta assim para que os outros pensem que você é ousado, destemida, franco, cheia de personalidade e sem papas na língua. Olha... supera isso! Na verdade só pensam que você "perdeu uma grande oportunidade de ficar calada."

Quando dizem que "a palavra é prata, o silêncio é ouro", não estão dizendo para você se comportar como uma vaquinha de presépio e balançar a cabeça para tudo que dizem, e sim que há momentos para tudo, para se pronunciar e para se abster da fala. Pense nisso.

Eu nunca diria isso pessoalmente para qualquer pessoa que tenha essa atitude, pois não dá para argumentar com esse tipo. Eu prefiro respirar fundo e pensar que "em boca fechada não entra mosca" logo, para que disperdiçar minha saliva com gente assim? Mas me irrita. Eu sinto um misto de pena e decepção quando vejo alguém agindo assim, com essa verborréia. Acho que de poluição sonora me bastam as buzinas dos apressadinhos que não sabem que com o sinal vermelho nenhum carro pode se mexer. Bem que poderia ter um sinal amarelho ou vermelho para o que falamos, bom... ainda assim teriam esses escrotos buzinando nos nossos ouvidos. Mas #ficadica para quem tropeçar nesse blog pouco conhecido de uma apreciadora da harmonia, da elegância e do diálogo inteligente.


sexta-feira, novembro 18, 2011

Delírios de Consumo

Como de tudo na vida se pode tirar uma lição, é daquela comédia romântica mais bobinha baseada no best seller que deve ser tão bobinho quanto que vem a frase que inspira o post de hoje.

"Preço e valor são coisas bem differentes."

Todo mundo sabe disso, mas na verdade a maioria só sabe disso aparentemente, e uma outra porção sabe mas ignora.

O preço que pagamos pelas coisas na maioria das vezes não está ligado diretamente ao valor que elas tem em si próprias, mas no valor que nós, tanto como indivıduos como sociedade agregamos a elas.

O preço que pagamos vai além da quantidade de dinheiro que se dá pela aquisição das coisas. Tanto o preço quanto o valor das coisas tem características 'físicas' e 'emocionais'.

O que leva uma pessoa a gastar mais do que tem?
O que faz uma pessoa comprar algo que não precisa?
O que faz alguém achar mais importante ter ou parecer ter do que ser?
Como alguém pode achar que ter mais te faz ser mais?

Acho que se antes de comprarmos qualquer coisa ou gastarmos com qualquer coisa nos perguntássemos qual é o real preço e qual é o real valor dessas coisas, a vida seria bem menos custosa.

"Rever valores" nunca foi uma frase tão cheia de sentidos quanto agora.

quinta-feira, novembro 17, 2011

A título de passagem

A vida vai passando e mal dá tempo de postar aqui.

As coisas acontecem e eu fico só falando para mim mesma que vou colocar no blog e acabo esquecendo e na grande maioria das vezes priorizando outras coisas ao invés de vir aqui.

Mas tenho vários comentários a respeito de várias coisas EM ATRASO que não quero deixar em branco.

Seguem eles:

O SHOW DO PEARL JAM, o primeiro show que eu de fato VI, pois como cheguei super cedo e fiquei agarrada na grade, foi maravilhoso e eu me senti a Micha quando o Eddie gritava ou tentava falar em português - um fofodemais, ele! Fiquei arrasada de cansada e em seguida tive uma das experiências mais pragmáticas do ano: VOLTEI PARA CASA DIRIGINDO, a pedidos do próprio dono do veículo, do Rio, atravessei a ponte, levei amigo em casa e só passei o volante para as mãos do dono do carro quando cheguei na minha casa. Foi uma experiência e tanto, fiquei assim ó (_._) não passava nem agulha! Mas no fim deu tudo certo (leia-se "eu fiz tudo direitinho") e adorei!

Depois tiveram as duas corridas que eu participei: Uma bem antes do show, aqui em Nkt mesmo, a PIQUE UNIMED (fiz 9km) e outra essa semana, lá no Aterro do Flamengo, o CIRCUITO VÊNUS (fiz 5 km). Entre essas duas houve a MANHÃ MAIS SAÚDE, uma caminhada de 3km aqui na Praia de Icaraí mesmo, gratuita, que eu participei. Estou adorando esses eventos esportivos, e já me inscrevi para 10km da corrida que eu sempre sonhei em fazer: o CIRCUITO ADIDAS - nesse caso, o de Verão, que será mês que vêm.

Final do ano chegando e como parece que o ano também tem um inferno astral, o mês de novembro sempre tem uns acontecimentos meio catástróficos, só para intensificar a revisão "da vida, do universo e de tudo mais" que eu faço anualmente, e o desse ano já rolou e eu estrou trabalhando na sua solução...

E vocês não acham que essa porção de feriados nesse final do ano está muito "coito interompido"? Mal dá para desfrutar, fica um gostinho de quero mais insaciável, especialmente para mim que já estou enlouquecendo para terminar de trabalhar por esse ano #serprofessornãoémole!

Agora tem uma porrada de posts que eu tinha escrito antes nos ônibus da vida e não programei certo - ainda me adptando ao celular novo, leva mais tempo do que eu queria - aliás tem post sobre ele! Então tudo o que vocês vão ler aqui já foi escrito há um tempo considerável, mais ainda está valendo.

Fica um beijo!!

quarta-feira, novembro 02, 2011

Cachorro

Na minha próxima vida, se não for para nascer realeza, celebridade ou milionária, quero vir cachorro.

É sério! Cachorro é tudo de bom. Ser cachorro deve ser tudo de bom. Até ser cachorro de rua deve ser bacana. Tem gente que só ia querer ser cachorro de madame - e porque não? - pois essas pessoas associam cão de rua com abandono. Já eu associo com liberdade, com aventura. Com ser totalmente dono do próprio focinho... acho bacana.

Cachorro nunca está de mal humor, nunca se encuca nem preocupa com nada. Cachorro tem amor no coração e diversão na essência, acho que cachorro nunca se entedia - eles é que sabem aproveitar a vida!

E se não for para ter vida de bacana, na próxima encarnação vou entrar na fila de mudança de espécie e vir para esse mundo abanando o rabo e fazendo festa!

... ...
 
Acho um absurdo a pessoa que maltrata um bichinho que é tão cheio de felicidade e carinho para dar. Não consigo entender quem não gosta de cachorro, quem não abre sorriso quando vê um! Eu até viro a cabeça para olhar! Quero muito ter a cachorro quando tiver minha própria casa!

No entanto deixo claro que para mim cachorro é bicho, não é gente. Cachorro é para ficar no quintal, para você brincar com ele e depois lavar as mãos, nada dessa - eu acho - palhaçada de cachorro dentro de casa, pulando nas visitas, sujando os móveis. Nada de cachoroo ficar te lambendo ou ficar você mesmo beijando o cachorro, se atracanco com o cachorro, dormindo com o bicho. Não suporto isso. Amo cachorro, mas não como pessoas, como bicho de estimação.

Eu gosto mesmo é de cachorro grande, cachorro grande e com cara de idiota. Cachorro para mim tem que ser idiota, burrão, bobalhão mesmo, tipo criança eterna, para te lembrar que a vida pode ser melhor! Cachorro grande é tipo amigão, engraçadão... quero muito, quero vários!

Com certeza ia querer ter um Akita Japonês. O meu namorado tem dois - Bruce Lee e Thor Lee (pai e filho). Bubu é dono do meu coração, já Lili não me apeguei muito, apesar de curtir também. É que Bubu é mais meigo e me ama também. Lili não liga para mim, e nem eu pra ele. Mais os dois são LIN-DOS!

(Pena que não se dão mais como na foto e agora tem que viver separados!)

Outro que eu acho incrível e teria é o Labrador. Mas ia ter que ser um labrador chocolate, que é a cor mais linda da raça!


E eu também acho um must o Bernese, ainda mais porque ele tem uma cara de vira-lata safado! 


Se eu tivesse muito espaço e coubesse também uns mini cachorros ou se eu só tivesse espaço para um pequeno, eu ia querer ou um Beagle, que fala sério, tem uma cara de mané e pidão que conquista qualquer um...


... ou um Corgi, que é o cachorro que pode cruzar com qualquer raça que fica bonito, rs...


... ou um Lulu da Pomerânia, mas só se fosse para tosar que nem o fofo do Boo, o cachoroo mais fofo do mundo, abaixo.


Aiai esse post tem tantas coisas fofas que vou vomitar um arco-irís!!!