sexta-feira, março 28, 2014

Daily Soundtrack



Say something

Say something I'm giving up on you
I'll be the one if you want me to
Anywhere I would've followed you
Say something I'm giving up on you

And I
Am feeling so small
It was over my head
I know nothing at all

And I
Will stumble and fall
I'm still learning to love
Just starting to crawl

Say something I'm giving up on you
I'm sorry that I couldn't get to you
Anywhere I would've followed you
Say something I'm giving up on you

And I
Will swallow my pride
You're the one that I love
And I'm saying goodbye

Say something I'm giving up on you
And I'm sorry that I couldn't get to you
And anywhere I would've followed you
Say something I'm giving up on you

Say something I'm giving up on you
Say something

quarta-feira, março 26, 2014

Até tu, Bob?





E CLARO que a Gih Monteiro também tinha um tapa na cara, para variar, com o texto ACABOU.

domingo, março 23, 2014

Neil Gaiman, seu lindo.

Um pouco de 'Deuses Americanos', um trecho do monólogo da personagem Sam... fantástico. Esse livro é absurdamente perfeito.

"Posso acreditar em coisas que são verdade e posso acreditar em coisas que não são verdade. E posso acreditar em coisas que ninguém sabe se são verdade ou não. 

Posso acreditar no Papai Noel, no coelhinho da Páscoa, na Marilyn Monroe, nos Beatles, no Elvis e no Mister Ed. Ouça bem... 

Eu acredito que as pessoas evoluem, que o saber é infinito, que o mundo é comandado por cartéis secretos de banqueiros e que é visitado por alienígenas regularmente — uns legais, que se parecem com lêmures
enrugados, e uns maldosos, que mutilam gado e querem nossa água e nossas mulheres. 

Acredito que o futuro é um saco e que é demais, e acredito que um dia a Mulher Búfalo Branco vai ficar preta e chutar o traseiro de todo mundo. 

Também acho que todos homens não passam de meninos crescidos com profundos problemas de comunicação e que o declínio da qualidade do sexo nos Estados Unidos coincide com o declínio dos cinemas drive-in de um Estado ao outro.

 Acredito que todos os políticos são canalhas sem princípios, mas ainda assim melhores do que as outras alternativas.

Acho que a Califórnia vai afundar no mar quando o grande terremoto vier, ao mesmo tempo em que a Flórida vai se dissolver em loucura, em jacarés, em lixo tóxico.

Acredito que sabonetes antibactericidas estão destruindo nossa resistência à sujeira e às doenças, de modo que algum dia todos seremos dizimados por uma gripe comum, como aconteceu com os marcianos em Guerra dos Mundos. 

Acredito que os melhores poetas do século passado foram Edith Sitwell e Don Marquis, que o jade é esperma de dragão seco, e que há milhares de anos em uma vida passada eu era uma xamã siberiana de um braço só.

Acho que o destino da humanidade está escrito nas estrelas, que o gosto dos doces era mesmo melhor quando eu era criança, que aerodinamicamente é impossível pra uma abelha grande voar, que a luz é uma onda e uma partícula, que tem um gato em uma caixa em algum lugar que está vivo e que está morto ao mesmo tempo (apesar de que, se não abrirem a caixa algum dia e alimentarem o bicho, ele no fim vai ficar só morto de dois jeitos), e que existem estrelas no universo bilhões de anos mais velhas do que o próprio universo. 

Acredito em um deus pessoal que cuida de mim e se preocupa comigo e que supervisiona tudo que eu
faço, em uma deusa impessoal que botou o universo em movimento e saiu fora pra ficar com as amigas dela e nem sabe que estou viva. 

Eu acredito em um universo vazio e sem deus, um universo com caos causal, um passado tumultuado e pura sorte cega.

Acredito que qualquer pessoa que diz que o sexo é supervalorizado nunca fez direito, que qualquer um que diz saber o que está acontecendo pode mentir a respeito de coisas pequenas. 

Acredito na honestidade absoluta e em mentiras sociais sensatas.

Acredito no direito das mulheres à escolha, no direito dos bebês de viver, que, ao mesmo tempo em que toda vida humana é sagrada, não tem nada de errado com a pena de morte se for possível confiar no sistema legal sem restrições, e que ninguém, a não ser um imbecil, confiaria no sistema legal. 

Acredito que a vida é um jogo, uma piada cruel e que a vida é o que acontece quando se está vivo e o melhor é relaxar e aproveitar."


quinta-feira, março 20, 2014

Para Fora

Eu quero viajar e eu vou viajar, mas ainda não consegui decidir para onde.
Já decidi quando: Nas férias de junho.
Já decidi com quem: Eu vou só comigo mesma. Quero viver essa experiência. Quero me jogar no mundo. Não tenho medo de ir, nem medo de ir sozinha. 

Mas não consigo decidir exatamente AONDE ir. Tem tantos lugares que eu gostaria de ir que não consigo decidir qual o primeiro. Minha grande paixão, Disney World, é um destino para companhias, para dividir a felicidade. Eu quero um lugar onde eu vá sozinha e possa apreciar tudo. Queria um lugar onde seja seguro estar sozinha também. Quero um lugar que me ocupe cada momento. Pensei em fazer até uma excursão dessas de grupo, como uma primeira vez viajando sozinha, mas eu sei que não vou gostar. Sei que esse tipo de grupo não é o meu perfil. Queria fazer um mochilão, mas sem perrengue. Pensei em enfim fazer o Caminho de Santiago,  e sempre foi um sonho para mim fazê-lo, mas ouvi falar que, no clima de junho pode ser complicado pois costuma chover. Então estou sem saber.

 Preciso tomar essa decisão até o final do mês, para planejar um pouco o que já está em cima da hora para ver. Espero ter sorte de viajante iniciante! 

segunda-feira, março 17, 2014

Memória

Eu já tinha esquecido como é que é quando te tratam bem.
Quando acham que você é bonita, quando acham que você é legal.
Quando se interessam por você e te tratam com respeito.
Já nem achava que podiam simplesmente fazer a coisa certa, do jeito certo e no momento certo. Pessoas já fizeram tantas vezes exatamente o pior que poderiam fazer comigo que eu tinha desacostumado que não é para ser assim, que eu sou uma pessoa boa e mereço ser cuidada, querida. Mereço que sejam bons comigo, que se importem.
É legal lembrar dessas coisas. É legal ser bem tratada.
Não pretendo esquecer mais.

sábado, março 15, 2014

Yoga

A professora de Yoga sempre pede para começarmos a prática visualizando um objetivo, seja uma coisa palpável, abstrata, um conceito, uma palavra, um sonho. Ela pede para concentrarmos toda a nossa energia nesse objetivo, meditando sobre ele, sobre como alcançá-lo, ou apenas se focando na palavra que o define, como um mantra.

Desde que voltei para a Yoga eu tenho feito cada aula um grupo de três palavras.

Já fiz:

Renovação
Redescoberta
Reconquista

Recuperação
Renascimento
Reconhecimento

Repensar
Reposicionar
Reavaliar

Reestruturar
Recomeçar
Resistir

Um mês de aula, um ciclo de palavras no mesmo tema... 
Agora estou pensando num tema para o mês que vêm...

P.S.: Deviam mudar o nome do Blog "Signos Diário" para "Tapa na Cara Diário"... o texto de hoje se chama DESABAFO. Foda.


quarta-feira, março 12, 2014

Coincidência Pouca é Bobagem... UPDATE!


Quando o Mundo, o Destino, Deus e o Universo começam a te mandar mensagens, é bem claro mesmo, rs.. Vou deixar registrado que desde ontem esses quatro supracitados estão falando diretamente comigo através do blog/Página do FB Signos Diário. 

Começou com Texto da Gih Monteiro, de ontem, que me foi mostrado por uma amiga:


          O que há de ser mais dolorido nesta vida do que um amor impossível? Há quem duvide, há quem não acredite que isso possa acontecer, mas sim, acontece. Acontece e essa é a pior de todas as certezas, é saber que você ama alguém, que este alguém também te ama, mas que ambos não podem ficar juntos. Mas, se eles se amam, porque então não poderiam viver este amor?

          Ahhhh, quem dera eu fosse capaz de responder esta pergunta, metade dos meus problemas estariam resolvidos.Sinto que meu mundo desaba cada vez que ouço teu nome. Meu coração quer saltar pela boca e gritar a falta que você me faz. Mas não posso, não dá. Nossos corações se pertencem, mas não podem se amar.
          E quando enfim eu te reencontrar, passar do teu lado mas nem um 'Oi' eu te falar. Meu coração você há de escutar. Saltando, gritando, querendo pular do peito pra te abraçar. Ninguém vai saber, nem sequer vão desconfiar. Que dois corações se abraçaram, numa simples troca de olhar. Se aquieta coração, ninguém pode fazer nada. Pertencemos um ao outro, mas seguimos só, cada um por uma estrada...


Continuou com o Horóscopo Diário...


#Libra: “Esquece o que passou, vira a página, rasga, queima se for preciso, mas livre-se daquilo que só te fez mal. Na lembrança só deve ficar o que foi bom, as pessoas que marcaram positivamente tua vida, livre-se das mágoas, da raiva, já passou, é hora de usar isso como experiência para não cometer os mesmos erros ou enganos novamente”

E finalizou com o Pensamento do Dia para mim...

#Libra: “Eu ando fingindo muito. Finjo que não me importo, finjo que não quero, finjo que não sinto, finjo que não vejo, finjo que esqueço”

Aff Tá bom... Vou deixar aqui regisrado e refletir ao longo do dia!

P.S.: Teve um UPDATE com os dois textos que foram publicados hoje, um sobre ESPERAR e outro sobre SUPERAR. Tá ficando cada vez mais óbvio, só falta colocar o meu nome na dedicatória, hein!!

sexta-feira, março 07, 2014

SURPREENDA

Tem pessoas que te surpreendem, ainda que você as conheça há anos.
Elas mostram novas facetas, elas se renovam.

Tem amigo virtual que vira real (e nisso eu tenho muita experiência) e surpresa: Essa pessoa é muito legal mesmo, até mais do que você achava. E claro, tem aqueles que te surpreendem por serem uns porres ao vivo!

Tem amigo que já foi de verdade, mas virou virtual, e surpresa: A pessoa é até mais legal desse jeito e é uma ótima maneira da amizade não morrer. Você até se diverte mais com a pessoa assim, rs!

Tem pessoas que te surpreendem por gostarem mais de você do que você imagina. Ou mais do que você gosta delas, e isso é muito bom, nem precisa explicar porquê, você até se sente mal por não retribuir igual. (E às vezes você acha que a pessoa tem mesmo que gostar muito de você, porque você é bem mais legal que ela, rs, beijinho no ombro!)

E tem pessoas que te surpreendem porque parecem gostar menos de você do que você achava ou do que faziam parecer, e isso é bom também, porque é sempre bom conhecer de verdade as pessoas, e ninguém é obrigado a ser amigo de ninguém.

Tem pessoas que te surpreendem não no relacionamento delas com você, mas no jeito que elas mudaram na vida delas, no jeito delas, em seus pensamentos, suas ações, palavras. Às vezes a pessoa toma uma atitude boa que você não esperava, ou então uma atitude ruim, ou então simplesmente algo que você não via ela fazendo e isso é bom, porque ninguém é só preto ou só branco, tem os tais tons de cinza (que são muito mais do que os limitados 50, rs...)

E tem pessoas que você surpreende pelas suas novas idéias, e elas surpreendem você pelas reações a você, e isso pode ser ruim ou bom, mas pela minha experiência a surpresa é sempre bem vinda, ainda que a revelação e/ou resultado não.

Mas o triste são as pessoas que não te surpreendem em nada. 

Porque tem pessoas que você espera que te surpreendam, que seria ótimo que te surpreendessem. Mas daí... não vem. Você aceita, fazer o quê? Essas pessoas acabam ficando de fora da caixinha de surpresa que é a nossa vida. Daí você não sabe se fica triste por você ou por elas, mas eu concordo com aquela frase que diz...

"A definição de loucura é fazer sempre a mesma coisa esperando resultados diferentes"

Para quem não me surpreende, eu surpreendo fazendo tudo ao contrário do que costumava fazer, porque não é porque elas não me causam surpresa que eu vou deixar de ter isso na minha vida.

quarta-feira, março 05, 2014

Carnaval

Sobre a Folia??

Bom, tem uma amiga que acha que a melhor música para descrever meu Carnaval é essa:



Mas um grande amigo diria que a música que me representou no Carnaval foi esta:



E uma grande amiga diria que só pode ter sido essa esta aqui:



E tem uma outra amiga que talvez dissesse que, apesar de não ser de Carnaval, a música que é minha teria que ser esta:



Mas EU mesma diria que a música de Carnaval e deste ano Ano Novo que AGORA SIM vai começar de verdade, como tradicionalmente fazemos nesse país Tupiniquim é a mesma que eu sempre postei para o fim da festa da carne, mesmo:



Vamos embora de repente, 
Vamos embora sem demora,
Vamos pra frente,

Que pra trás não dá mais!


*Só que para mim ainda tem até semana que vem de "férias"...
A gente ganha pouco mas se diverte!

domingo, março 02, 2014

Cacequeando


Olha meu amor
Esquece a dor da vida
Deixa o desamor
Caciqueando na avenida
Este ano eu não vou marcar bobeira
Vou caciquear
Só vou parar na quarta-feira!