sexta-feira, julho 25, 2014

Meia


Eu decidi que vou correr a Meia Maratona Internacional do Rio. 

Faz anos que eu venho falando que vou correr uma Meia, que vou fazer uma prova longa, que sou louca para fazer a Corrida da Ponte... mas nada. Então há três semanas atrás o meu colega de trabalho maratonista disse que iria fazer e me chamou para ir também. Na hora eu disse que não, que não me achava preparada... Mas ele perguntou há quantos anos eu já corria e quantas vezes por semana eu corria, e porque isso não caracterizava preparação, e mais importante... "Por que você acha que não consegue?", "What's stopping you?", ele perguntou, com seu sotaque britânico original de fábrica.

Nesse momento me veio na cabeça aquele texto da Marianne Williamson sobre qual é o seu maior medo, como segue:


E daí pensei com os meus botões: "É, porque eu não conseguiria, além do fato de eu achar que não?" Não tenho nenhuma limitação física, de agenda, contratual ou espiritual para não conseguir. Há anos venho correndo e dizendo que vou fazer isso, por que esse medinho de me inscrever? Medo de não completar? Vencer eu não vou mesmo, não tenho essa aspiração profissional. Terminar, eu termino, levarei um tempo, mas isso não é um problema. Falta de resistência? Teria 9 semanas para aumentar o preparo - o tempo mínimo básico necessário para alguém que já tem experiência de corrida na vida... Assim sendo, fato: Não existe motivo para eu não me inscrever. 

Então fui lá e me inscrevi. Me inscrevi e comecei uma rodada de treinos e corridas objetivas. A minha vida está revirando o redor disso, como deveria revolver mesmo, se eu tenho a intenção de fazer direito. Treino 5x por semana, 4 curtas e 1 longão. Alimentação, programação, trabalho, descanso, namoro, família, tudo está girando em volta da Meia.

E o melhor de tudo: Essa decisão motivou e incentivou um monte de gente do meu trabalho. Quem corria pouquinho está correndo mais, quem não corria e/ou estava parado voltou... Todo mundo entrou num clima de bem estar físico, "saúde é o que interessa"... Eu e o meu incentivador maratonista vamos fazer a prova de 21km, mas outras 3 pessoas vão conosco, e farão a prova de 5km, já que são iniciantes. É marcação de corrida em grupo, é detalhamento de treino em Whatsapp, é comparação de resultados através de um app de treinamento que estamos usando... tá muito maneiro!

Aconteceu exatamente como previu a Marianne: Quando uma pessoa decide que pode, isso dá poder aos outros de decidirem também, essa decisão libera os outros de seus medos. Porra, que lindo ver isso acontecendo. Estou muito feliz.

Desde que comecei a viver essa Meia Maratona, já corri mais rápido, mais longe, mais acompanhada, mais disposta e mais motivada do que nunca. Já até acabei com o meu tênis de novo - alguns meses antes no prazo, esse não durou nem um ano! Também, só no último mês eu corri 158km com ele, tadinho.

Mas aí é isso... estou "inteiramente" vivendo essa Meia, e sentindo "completamente" realizada!